#ForçaChape - Boletim Atualizado - 01/12

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016


A Associação Chapecoense de Futebol realizou agora pouco uma entrevista coletiva com os jornalistas que atuam na cobertura da maior tragédia da história do futebol brasileiro. O porta-voz do Clube na Coletiva desta manhã (01-12) foi Andrei Copetti. Abaixo as últimas informações:

Atenção ao credenciamento dos veículos de imprensa para o Cerimonial do velório coletivo
Horário: 14hs às 17hs;
Local: Térreo Ala Sul – Sala de Administração de Jogos; 
Obs: apresentar identidade e CPF;
Coordenação do trabalho: equipe de Cerimonial da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC).
Logística do velório coletivo
Obs: ainda não há possibilidade de precisar a data e o horário que os corpos chegarão à Chapecó. O Clube aguarda a liberação que irá ocorrer após o embalsamento. O processo de identificação dos corpos já está finalizado. 
- Translado dos corpos do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso à Arena Condá, conforme apresentado em Simulação nesta quarta-feira (30-11), pode levar em torno de uma hora e meia;
- Os corpos serão velados na Arena Condá. A primeira hora será reservada aos familiares. Após, o acesso no gramado ficará restrito aos familiares, autoridades e pessoas diretamente ligadas à Chape. Os torcedores vão poder se despedir das vítimas das arquibancadas. 
- Estão previstas quatro horas para o velório coletivo. Na sequencia, será respeitada a vontade das famílias e parte dos corpos será transladado para outras cidades. 
- 19 mil pessoas poderão ser acomodadas na Arena, respeitando aos requisitos de segurança. São esperadas cerca de 100 mil pessoas para a despedida. Mesmo considerando a rotatividade, um telão será instado na parte externa, em frente ao Clube. 
Estado dos sobreviventes hostitalizados em Medellín – Informações Dr. Carlos Henrique Mendonça
• Nenhum paciente apresenta risco de morte. Situação é crítica, mas estabilizada.
- Lateral Allan Ruschel – submetido à cirurgia na coluna vertebral. Está com movimentos normais em membros superiores e inferiores. Apesar das múltiplas escoriações, oferece boas perspectivas de melhora;
- Zagueiro Neto, último dos resgatados, também apresenta boas perspectivas de melhora;
- Goleiro Follmann é o que se encontra em estado mais grave. Teve uma das pernas amputadas. Ainda assim, seu quadro é estável, apesar de requerer mais cuidados. 
- Jornalista Rafael Henzel teve um trauma toráxico e uma fratura de perna. O estado também é crítico, mas as perspectivas são otimistas. 
A maior preocupação, em relação a todos os sobreviventes, diz respeito ao perigo de infecção, já que os ferimentos apresentavam nível alto de contaminação. Ainda não há previsão sobre a alta dos pacientes, mas a equipe médica da Chapecoense tranquiliza a todos, já que a estrutura e os cuidados oferecidos estão sendo os melhores possíveis. São aguardadas outras informações da equipe médica que está na Colômbia por volta de 15hs.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. Portal Lagoinha | De Lagoinha para o Mundo.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License