Fibria inicia projeto com pecuaristas do Vale do Paraíba

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Serão 50 beneficiados da cadeia produtiva do leite de dez cidades da região

Jacareí, 21 de janeiro de 2016 – A Fibria inicia no Vale do Paraíba, ao lado do Sebrae-SP,  Comevap e Unitau, o atendimento a 50 pecuaristas que estão próximos às suas plantações de eucalipto, no programa Pecuária Leiteira. 

De acordo com o gerente-geral de Sustentabilidade da Fibria, Fausto Camargo, o objetivo é possibilitar a capacitação técnica dos produtores de leite da região e estruturar seus processos de gestão administrativa. “Os pecuaristas vão participar de workshops sobre negócios, além de oficinas nas próprias fazendas com orientação técnica, capacitando-os a aumentar a produção, com base em um planejamento integrado da propriedade, diminuindo custos e aumentando a qualidade do leite”, afirma Fausto.

São duas linhas de parcerias. A primeira é entre a Fibria, o Sebrae-SP e a Comevap (Cooperativa de Laticínios do Médio Vale do Paraíba), que realizam o atendimento de 40 pecuaristas associados, distribuídos nas cidades de  São Luiz do Paraitinga, Redenção da Serra, Lagoinha, Cunha, Taubaté e Pindamonhangaba.

A segunda linha acontece entre a Fibria e o Sebrae-SP para o atendimento a dez pecuaristas de localidades identificadas pela Fibria com possibilidade de desenvolver o processo silvipastoril em Jacareí, Guararema, Jambeiro e Caçapava. Esse sistema envolve a produção simultânea de floresta e pastagem para o gado, em uma mesma área, utilizando técnicas de manejo específicas para a integração da produtividade, sendo uma parceria inédita no Vale do Paraíba.

“Esse sistema favorece a criação do gado por permitir um maior conforto no habitat, além de promover a melhoria da qualidade e fertilidade do solo. A presença das árvores contribui significativamente na absorção de dióxido de carbono e metano, gases responsáveis pelo aquecimento global”, explica Fausto Camargo.

Para Jardel José Busarello, consultor em agronegócios do Sebrae-SP e gestor do projeto, as ações foram estrategicamente desenhadas. “A produção regional tem grande potencial, já que estamos em uma das maiores regiões consumidoras do país. Nosso projeto é baseado no tripé acesso à tecnologia, ao mercado e serviços financeiros e gestão empresarial. O apoio de parceiros como a Fibria é fundamental para uma gestão compartilhada assertiva com resultados sólidos”, avalia Busarello.

Ainda de acordo com o gerente-geral de Sustentabilidade da Fibria, participar de mais uma linha de atuação do agronegócio na região do Vale do Paraíba e aumentar a atuação social da Fibria em novas localidades, é de extrema importância não só para a empresa, como também para a comunidade local, que ganha com o fortalecimento das associações, o aumento de produtividade e a comercialização do leite, finaliza Fausto Camargo. 

Sobre a Fibria
Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,75 milhão de toneladas de celulose por ano. A previsão é que a nova fábrica, que terá investimentos de aproximadamente R$ 7,7 bilhões (equivalente a cerca de US$ 2,5 bilhões), comece a operação no quarto trimestre de 2017. A companhia possui 967 mil hectares de florestas, sendo 563 mil hectares de florestas plantadas e 343 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. Portal Lagoinha | De Lagoinha para o Mundo.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License